Agência francesa pede o fim das cabines de bronzeamento artificial devido ao risco de câncer

Brasil foi o primeiro país a proibir os raios UVA por completo em 2009, seguido pela Austrália. Agência sanitário francesa pede o fim do bronzeamento artificial
Gerlach/Pixabay
A Agência Nacional de Segurança Sanitária (Anses) da França pediu nesta quarta-feira (10) aos poderes públicos que “adotem todas as medidas para cessar a exposição da população aos raios UVA artificiais” ante o risco “demonstrado” de desenvolver câncer.
“Recomendamos suspender a atividade relacionada ao bronzeamento artificial, assim como a venda de dispositivos que emitem raios UVA com fins estéticos, especialmente aos particulares”, afirmou Olivier Merckel, diretor da unidade de avaliação de riscos da Anses.
“Não podemos esperar Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!